Página inicial
Sobre o projeto
Notícias médicas
Para autores
Livros licenciados sobre medicina
<< Anterior Próximo >>

Nível da psique humana

O nível da psique humana é caracterizado pela presença de consciência sociogênica cognitiva da fala. O desenvolvimento da consciência humana deve-se ao desenvolvimento do sistema de conhecimento, bem como ao desenvolvimento de conceitos e normas morais e éticas. O conhecimento humano, incluindo o conhecimento dos valores morais, também é determinado pelos processos da intuição, mas de um nível mais alto do que no estágio anterior do desenvolvimento da psique.

O famoso físico e filósofo americano M. Bunge identifica intuição científica com criatividade, com a aquisição de novos conhecimentos: "Uma lógica não é capaz de levar alguém a novas idéias, assim como uma gramática não é capaz de inspirar ninguém a criar um poema e a teoria da harmonia - criar sinfonias". O pensamento lógico formal puramente discursivo só pode levar o conhecimento já adquirido a seus limites lógicos, desenvolvê-lo e completá-lo, mas não é capaz de alcançar um conhecimento fundamentalmente novo.

Já o nível inicial de desenvolvimento de processos intuitivos, característicos da reflexão intuitivamente seletiva, envolve o funcionamento da psique em um modo especial que corresponde à fase ativa da própria atividade. O desenvolvimento do conhecimento humano, associado ao conhecimento de lados não individuais, mas da essência de objetos e fenômenos, também requer o uso de todas as capacidades de reserva da psique, seu funcionamento no mais alto nível de energia. Como um mecanismo que coloca em ação os correspondentes processos intuitivos e fornece sua energia, sentimentos objetos como profundo interesse duradouro, dedicação e forte apego.

Todos esses sentimentos objetivos são essencialmente diferentes manifestações de amor. O papel decisivo do amor ("o deleite do amor pela idéia") é atribuído na teoria do conhecimento de Platão. De acordo com M.M. Prishvina, "amar significa ao mesmo tempo a única habilidade de conhecer o mundo". O papel do amor e dos sentimentos próximos a ele é usar a psique como um todo no ato da cognição, usar todas as suas capacidades de reserva.

A definição de intuição citada por I.O. Lossky: "A intuição é uma espécie de simpatia intelectual, através da qual penetramos no sujeito para nos fundirmos com sua individualidade, portanto, com natureza inexprimível em termos gerais, e compreendê-la em seu próprio ser". É fácil imaginar o quão poderosa essa "simpatia intelectual" deve ser para penetrar no sujeito e compreendê-lo em seu próprio ser. Esse poder só pode ser fornecido por amor e sentimentos próximos.

Resulta do exposto que a profundidade e a amplitude do conhecimento, o grau em que ele envolve o mundo e se aproxima da essência dos objetos e fenômenos, entre outras coisas, dependem da natureza e força dos sentimentos subjacentes a esse conhecimento, sua energia. No famoso romance de Bulgakov, Ratman e Pôncio Pilatos e Yeshua possuem conhecimento. Mas eles têm conhecimento de diferentes níveis, incluindo diferentes níveis de energia.

Na expressão de muito sucesso de P. Teilhard de Chardin, "o amor une a essência". Isso é verdade em relação a todas as manifestações de amor, entusiasmo, interesses profundos e duradouros, em que um lado ou outro ("unidade") da essência de uma pessoa é conectado pelo sentimento objetivo à unidade correspondente do mundo externo. A propriedade do amor e dos sentimentos próximos a ele, combinando essência com o assunto da necessidade, permite chamá-los de sentimentos objetivos essenciais. Ao contrário dos sentimentos objetivos que determinam o nível anterior de desenvolvimento da psique, esses sentimentos não destacam os lados individuais, mas a essência dos objetos e fenômenos.

A função cognitiva dos sentidos subjetivos essenciais é determinada por sua reflexão. A rigor, até o momento de sua realização, esses sentimentos não estão no sentido pleno da palavra objetivo. Isso é claramente visto no exemplo de um sentimento de amor. Somente a reflexão confere ao sujeito a plenitude do conhecimento sensório-prático direto de seu amor e, ao mesmo tempo, direciona o lado externo da função cognitiva do sentimento para o objeto. Esse lado externo da função cognitiva do sentimento objetivo se manifesta através da intuição.

Cada lado da função cognitiva do amor e outros sentimentos essenciais tem suas próprias características. O lado voltado para dentro em relação ao próprio amor fornece conhecimento sensório-prático direto. Dois princípios coexistem nesse conhecimento: um é determinado pelas características do sujeito, bem como pelo contexto histórico-cultural e social, e o outro pelo objetivo geral e objetivo, pelo qual o próprio conceito de amor pode aparecer. De fato, se o amor e os sentimentos próximos a ele fossem determinados apenas pelas características individuais dos sujeitos (ou grupo, grupo étnico, camada sociocultural etc.), então não haveria conceitos gerais sobre eles. Assim, o conhecimento do amor e sentimentos próximos a ele é caracterizado pela espontaneidade e tem um começo objetivo e subjetivo.

A situação é um pouco diferente com o lado da função cognitiva do sentimento que é direcionada ao objeto e está associada à intuição. Na filosofia intuitiva (A. Bergson, N. O. Lossky, etc.), o conhecimento intuitivo é entendido como direto e absoluto - um objeto é conhecido "em seu próprio ser". Mas o imediatismo da intuição como um ato de cognição não indica o imediatismo do conhecimento obtido com sua ajuda. A base de informações da intuição e a eficiência do processamento de informações são determinadas, entre outras coisas, pelo nível de conhecimento alcançado no momento, pelo grau de assimilação do indivíduo pelo indivíduo, pelas características de seu caráter, sua experiência e o desenvolvimento de seu pensamento pessoal. Portanto, o conhecimento externo (conhecimento do objeto) é mediado pelas características do indivíduo e, portanto, é relativo.

Porém, nesse conhecimento externo mediado pelas características do sujeito, bem como no conhecimento interno, existe um geral, independente das características do indivíduo. Sem esse geral, mesmo a ideia geral do objeto não poderia existir; existiria, de acordo com a observação apropriada de N.O. Lossky, "inexprimível em termos gerais", "indizível". Esse componente, independente das características do sujeito e de outros fatores, introduz um elemento absoluto no conhecimento intuitivo. Assim, o conhecimento intuitivo, embora permaneça geralmente relativo e direto, sempre traz consigo o começo absoluto e, portanto, direto.

O exposto acima nos permite falar sobre uma certa simetria na estrutura do conhecimento interno e externo. Levando em conta a analogia óbvia entre a objetividade do interno e o caráter absoluto do conhecimento externo e, consequentemente, a subjetividade do interno e a relatividade do externo, a estrutura geral do conhecimento pode ser representada da seguinte forma (Fig. 1.6):



Fig. 1.6

Estrutura de conhecimento



Assim, tanto no conhecimento interno quanto no externo, distingue-se um princípio que se caracteriza pelo imediatismo e pela objetividade (absoluto). Essa simetria reflete a unidade interna e externa, revelada na função cognitiva dos sentimentos essenciais. O amor, refletindo um ou outro lado essencial de uma pessoa, conecta-a ​​à unidade correspondente do mundo.

Ao mesmo tempo, apesar de o “amor unir essência”, o conhecimento da essência de um objeto obtido nessa união é mediado, como foi observado, pelas características do sujeito, tem sua marca. Nesse sentido, pode ser chamado de subjetivo-essencial.

Sentimentos subjetivos essenciais que asseguram o funcionamento de processos intuitivos do mais alto nível são as formações centrais da psique humana propriamente dita, cujo nível de desenvolvimento pode ser chamado de intuitivo-essencial.

Uma característica distintiva dos sentimentos subjetivos essenciais é a separação - a fusão de um dos lados da essência do sujeito - a necessidade essencial - com a essência do sujeito. Portanto, a separação é inerente ao amor pela pátria, pela natureza, pelo trabalho favorito de alguém, pela paixão por uma forma de arte específica ou por um problema científico, etc.

Outra característica dos sentidos essenciais do objeto é sua persistência, não sujeita à lei da extinção da necessidade quando satisfeita. A.N. Leont'ev identifica as necessidades funcionais do sujeito que são formadas durante a "mudança" do motivo para o conteúdo da atividade. Em todas as relações essenciais com o mundo, as necessidades têm a mesma natureza: o sujeito da necessidade é o próprio processo de atividade.

Isso significa que, nas relações essenciais da vida, há uma fusão, uma síntese de todos os elos da tríade: necessidades, seu sujeito e as atividades que os conectam. Uma fusão semelhante é observada, como observado (§ 1 capítulo 1), apenas na vida pré-mental. No entanto, desta vez não temos fusão material, mas puramente psíquica. Assim, o desenvolvimento do psíquico, tendo um ponto de partida de reflexão pré-mental, foi realizado de acordo com a lei da negação: em uma nova rodada da espiral dialética, veio para a mesma forma, mas com um conteúdo fundamentalmente diferente.

Sentimentos subjetivos essenciais e manifestações relacionadas à intuição em sua estrutura são semelhantes aos processos de reflexão mental dos níveis anteriores. Assim, no nível sensorial, temos uma conexão material-física direta do sujeito com o objeto ("impressão" no substrato neurofisiológico), atividade analítica e sintética nos elos centrais e eferentes do ato reflexo da sensação e o resultado da reflexão na forma de "representação sensorial" da propriedade correspondente do objeto.

Vamos comparar o ato da sensação com o exemplo didático da intuição científica - a descoberta de F.
Estrutura do anel de benzeno de Kekule. A diferença está na natureza da relação do sujeito com o objeto, bem como nos níveis e no conteúdo da atividade analítico-sintética e no resultado da reflexão. No segundo caso, a conexão com o objeto é, por um lado, um sentimento objetivo essencial - o entusiasmo do pesquisador e, por outro - muitos anos de atividade de pesquisa. Este último identificou alto profissionalismo, experiência e uma enorme quantidade de informações processadas. O entusiasmo pelo problema garantiu o maior interesse, atenção e energia sustentados, apropriados para um ato intuitivo.

Sendo atos integrais de reflexão mental, envolvendo a psique como um todo, os processos intuitivos são primariamente processos de pensamento que são realizados no reino do inconsciente. Isso significa que conceitos gerais de alto grau de abstração e formas lógicas mais elevadas de pensamento criadas na esfera da consciência penetram na esfera do inconsciente. Ao mesmo tempo, o início discursivo obtém acesso a um volume de informações incomensuravelmente maior, bem como a possibilidade de seu processamento rápido e eficaz, associado ao funcionamento de todos os processos mentais no nível mais alto possível. Esses pontos mais importantes são determinados pela energia mais alta dos sentidos subjetivos essenciais.

Como se segue da consideração dos níveis de reflexão anteriores, o nível da psique humana foi o resultado de uma cadeia natural de transformações filogenéticas, o desenvolvimento lógico da evolução no mundo animal. No entanto, a antropogênese se deve a diferenças fundamentais na própria direção do desenvolvimento evolutivo. O mais importante deles é uma solução fundamentalmente diferente para o problema da adaptação: se nos níveis anteriores o princípio básico é a adaptação às condições ambientais, então no processo de antropogênese gradualmente se torna uma mudança nas próprias condições. O ponto de partida desse longo processo pode ser considerado o início da fabricação de ferramentas.

Nas atividades com armas, os hominídeos são distinguidos por vários períodos, caracterizados pela fabricação e uso de ferramentas de vários graus de perfeição. Deve-se notar que a própria atividade da arma também é conhecida em animais altamente desenvolvidos, incluindo pássaros. Nos macacos superiores (antropoides), observa-se o uso de galhos, paus, pedras e outros objetos para quebrar nozes, “pesca” de formigas e cupins etc. As ferramentas utilizadas são padronizadas: galhos para "pesca" têm um certo comprimento e são limpos de folhas e galhos pequenos, pedras para quebrar nozes são selecionadas com uma determinada massa.

Assim, a atividade de armas dos hominídeos tem origem no comportamento semelhante de espécies mais baixas na “escada” filogenética. Mas, neste último, limita-se apenas às formas mais iniciais; a linha humana no final levou ao aparecimento de atividade produtiva, a produção como o principal meio de garantir a vida.

Assim, a formação da psique humana foi realizada no processo de atividade social de natureza armada. É precisamente com seu caráter social que o desenvolvimento do pensamento e da fala está conectado e, não menos importante, o desenvolvimento do sistema de conhecimento. Sem este último, nem o desenvolvimento do pensamento e da fala, nem o desenvolvimento da atividade de trabalho em ferramentas são possíveis.

Também é bastante óbvio que um sistema desenvolvido de conhecimento não pode ser criado sem criatividade. Até os conceitos mais simples, que nos parecem naturais, foram compreendidos por nossos ancestrais distantes no limite de suas capacidades mentais e exigiram o mais alto nível de funcionamento da psique. Esses picos, rajadas de atividade cognitiva, levando a manifestações de processos intuitivos, à aquisição de novos conhecimentos, estão conectados, como foi mostrado acima, a sentimentos objetivos essenciais.

Assim, na antropogênese há vários processos interconectados e interdependentes: o desenvolvimento de atividades de trabalho em ferramentas com base social, sentimentos subjetivos essenciais, pensamento e fala do sistema de conhecimento. No processo da atividade de trabalho com armas, surgem pré-requisitos para o surgimento de sentimentos objetivos essenciais - uma mudança no motivo do processo em si, o conteúdo da atividade. O motivo essencial, por sua vez, determina a possibilidade de criatividade, a aquisição de novos conhecimentos, portanto, o surgimento de novos conceitos, o desenvolvimento posterior do pensamento e da fala. Como resultado, novos tipos de atividade laboral aparecem e, assim, expandem o escopo da manifestação de sentimentos objetivos essenciais.

A natureza social da atividade ferramenta-trabalho, o desenvolvimento de um sistema de conhecimento, pensamento e fala associado a ela também determinam o surgimento de uma forma social de consciência. A consciência pública é baseada no conhecimento adquirido como resultado das atividades combinadas das pessoas. O sistema formado de conhecimento, bem como as visões de mundo, valores espirituais e morais, moralidade, regras de comportamento, etc. que surgem em sua base, são "apropriados" em um grau ou outro por cada membro da sociedade e se tornam uma parte essencial de sua consciência individual, em muitos aspectos. defini-lo.

A lacuna entre a consciência individual e suas formas sociais também está associada à natureza social das atividades das pessoas. É determinado pelo fato de que o conhecimento adquirido por um indivíduo tem uma origem e status diferentes. Alguns deles, entrando em sua prática de vida, são reforçados por suas próprias atividades, ou seja, agir como resultado direto da reflexão mental. A outra parte consiste apenas em conhecimento "apropriado", não suportado por sua própria experiência de vida. Estes últimos existem apenas como informação, mas não como conhecimento direto.

Como mencionado acima, a consciência pública é baseada em um sistema de conhecimento formado como resultado das atividades combinadas das pessoas. Por conseguinte, acumula por si só todas as manifestações dos sentimentos subjetivos essenciais das pessoas, o que levou ao nível de conhecimento existente. Ao mesmo tempo, a atividade vital total das pessoas aparece como determinada precisamente por motivos essenciais.

No nível de um indivíduo, sentimentos essenciais de objetos e unidades de atividade organizados por eles nem sempre determinam a vida como um todo. Geralmente, uma parte significativa e até predominante de seu conteúdo está associada a motivos inconseqüentes. É isso que representa a fase da atividade de fundo (pesquisa) na atividade humana. Na verdade, a fase ativa da atividade se manifesta de acordo com os sentimentos subjetivos essenciais: amor, interesses profundos, carinho, dedicação.

Os principais parâmetros dos níveis considerados de reflexão mental na filogênese e o nível da psique humana são apresentados na tabela 1.2.



Quadro 1.2

Níveis de desenvolvimento da psique na filogênese





Traçamos o desenvolvimento da psique desde sua forma inicial germinativa (sensibilidade indivisa) até a psique de uma pessoa que tem a capacidade de conhecer a essência dos objetos e fenômenos, de penetrar nos segredos do universo. Que conclusões importantes podemos tirar da consideração da filogênese mental?

Antes de tudo, observamos que, tendo emergido como um órgão funcional holístico que orienta um organismo no ambiente quando o assunto da necessidade é atingido (condições ambientais vitais), a psique em todos os níveis de seu desenvolvimento, incluindo o nível de uma pessoa, permanece funcionalmente uma única entidade holística que executa o mesmo tarefa. Неизмеримо усложняются потребности и соответствующие им мотивы, психика дифференцируется на сложные, внешне независимые друг от друга системы, но суть остается той же: все эти сложные системы, функционируя как целостное психическое, направляют активность индивида, обеспечивая осуществление его тоже неизмеримо усложнившейся жизни.

Другой важный вывод: филогенез психики представляет собой процесс закономерных преобразований, подчиняющийся диалектическому закону отрицания отрицания. Имея отправной точкой допсихическую форму отражения, связанную с непосредственным материальным взаимодействием живых организмов со средой (ассимилятивные биохимические процессы), психика в своем историческом развитии проходит ряд закономерных качественных изменений, достигая на уровне человека тоже непосредственного, но противоположного по содержанию отражения, основанного на духовном единении с предметом потребности.

Наконец, третий и самый важный вывод: филогенез психики показывает, что именно в психике человека является собственно человеческим, присущим только человеку. Напомним, что на каждом уровне развития психики она включает в себя все образования, свойственные предыдущим уровням. Однако главным, определяющим является то, что свойственно данному уровню в качестве средства обеспечения жизнедеятельности. Для человека как вида этим главным являются сущностные для него связи с миром, посредством которых происходит духовное единение с предметом потребности и обретается знание его сути.

Именно благодаря развитию сущностных мотивов в антропогенезе сформировалась система знаний и вместе с человек как вид, обладающий речемыслительным социогенным сознанием. В связи с этим при рассмотрении онтогенеза психики мы будем уделять особое внимание факторам, влияющим на развитие сущностных сторон жизни человека.
<< Anterior Próximo >>
= Ir para o conteúdo do livro =

Уровень психики человека

  1. O nível de psique de animais altamente desenvolvidos
    Уровень психики высокоразвитых животных связан с начальным уровнем развития интуитивных процессов. Интуиция обычно трактуется как «знание, возникающее без осознания путей и условий его получения», или как соответствующий процесс — как «одна из форм неосознанного отражения», «неосознаваемая деятельность мышления по переработке и обобщению ранее и актуально приобретенной информации». Характерными
  2. O desenvolvimento da psique na filogênese e da psique humana
    Для чего в книге по возрастной психологии нужна глава о филогенезе психического? Ответ на этот вопрос авторы хотели бы начать отрывком из известной книги К. Лоренца «Кольцо царя Соломона»: «Вы считаете, что я очеловечиваю животное? Вероятно, вам неизвестно одно обстоятельство: те элементы нашего поведения, которые мы привыкли называть человеческими слабостями, в действительности почти всегда
  3. Os pré-requisitos evolutivos para a formação da psique humana
    As características do funcionamento da psique humana se devem em grande parte ao seu desenvolvimento histórico e evolutivo. A formação da psique humana na evolução prosseguiu sob a influência de fatores biológicos (em maior parte nos estágios iniciais do processo histórico) e sociais (posteriormente). Embora ambos os grupos de fatores evolutivos estejam intimamente interligados, o papel principal na história da humanidade tem desempenhado
  4. O problema da razão biológica e social na psique e no comportamento humano
    O problema da correlação biológica e social na psique humana tem uma longa história de encontrar sua solução, em diferentes estágios em que as prioridades ideológicas, morais da sociedade e os paradigmas científicos e cognitivos predominantes desempenharam um papel importante na inclinação da balança em uma direção ou outra. Desde os tempos antigos, os tempos da antiguidade, o Renascimento até os dias atuais não desaparecem
  5. Эволюция становления психики человека
    Эволюция становления психики
  6. ОСНОВНЫЕ ПОДХОДЫ К ИССЛЕДОВАНИЮ ОНТОГЕНЕЗА ПСИХИКИ И ЛИЧНОСТИ ЧЕЛОВЕКА
    ОСНОВНЫЕ ПОДХОДЫ К ИССЛЕДОВАНИЮ ОНТОГЕНЕЗА ПСИХИКИ И ЛИЧНОСТИ
  7. Leis gerais do funcionamento da psique como fundamentos metodológicos da psicologia do desenvolvimento humano
    Na psicologia do desenvolvimento moderna, existem várias abordagens para entender a natureza humana e definir princípios fundamentais. Obviamente, para a ciência psicológica doméstica, o princípio da unidade de consciência e atividade continua sendo uma das disposições mais fundamentais. Na verdade, o próprio entendimento da essência do desenvolvimento mental de uma pessoa baseia-se nessa disposição introduzida em
  8. Ontogênese da psique e da personalidade de uma pessoa do ponto de vista do conceito histórico-cultural L.S. Vygotsky e teoria da atividade
    A formação e o desenvolvimento da psicologia do desenvolvimento doméstica estão indissociavelmente ligados ao nome de L.S. Vygotsky. Toda a sua atividade científica visava a transição da psicologia "de um estudo puramente descritivo, empírico e fenomenológico dos fenômenos para a divulgação de sua essência". Ele introduziu um novo método genético experimental para o estudo de fenômenos mentais, pois acreditava que “o problema do método
  9. Nível perceptivo
    Следующий уровень развития психики — перцептивный. Он связан со способностью животных воспринимать целостные объекты и ситуации. Исследования «перцептогенеза» показали, что он представляет собой стадиальный процесс, включающий ряд промежуточных этапов между ощущением и восприятием целостного объекта (Л.М. Веккер, Б.Ф. Ломов). Можно полагать, что аналогичные переходные фазы характеризовали и
  10. Nível de toque
    Сенсорный уровень развития психики связан с преобразованием первоначально недифференцированной чувствительности в дифференцированные ощущения. Как показал А.Н. Леонтьев, последние возникают при освоении животными организмами все более сложных и многообразных сред обитания. Среди других психических процессов ощущения выделяются своей парадоксальной специфичностью. Л.М. Веккер отмечает, что, с
  11. Nível pós-convencional (após 13 anos)
    A verdadeira moralidade é caracterizada por esse nível. Ao alcançá-lo, uma pessoa julga o comportamento com base em seus próprios critérios, o que naturalmente implica um alto nível de atividade intelectual. 5ª etapa: "normas sociais, princípios e valores". Respostas: 1) “Se Heinz não fizer todo o possível para salvar sua esposa, ele corre o risco de perder o respeito dos outros. Ele é
  12. Nível de acidez (pH)
    Alguns produtos contêm diretamente ácidos e álcalis (sais solúveis), outros aumentam a acidez ou alcalinidade no corpo em combinação com sucos e ácidos digestivos (limões ácidos aumentam a alcalinidade). Como mencionado acima, uma dieta rica em alimentos que aumentam a alcalinidade desempenha um papel fundamental na manutenção da saúde a longo prazo.
  13. Уровень молочной кислоты
    Если скорость метаболических процессов значительно повышена, «нормальный» уровень потребления кислорода может не быть достаточным. Таким образом, оценка основных компонентов системы транспорта кислорода (DO, и V02) позволяет определить снабжение им тканей, но не дает информацию о его адекватности. При абсолютном либо относительном дефиците кислорода включается анаэробный тип дыхания, конечным
  14. Уровень (состояние) сознания.
    Нормальный ребенок имеет осмысленный и живой вид, способен отвечать на внешние стимулы, в том числе (если он постарше) и отвечать на вопросы, участвует в приглашении к контакту (контактен). На рисунке видно, что ребенок адекватно реагирует на врачебный осмотр и спокоен в присутствии матери. Нарушенное сознание (сонливость, спутанность или кома) - это важнейшие признаки прогрессирующей
  15. Nível de sensibilidade indiferenciada
    O nível germinativo mais baixo de desenvolvimento mental, correspondente, de acordo com A.N. Leont'ev, sensibilidade indiferenciada, segue imediatamente a forma de vida dopsíquica e a forma de reflexão dopsíquica. Consequentemente, a fase da atividade em segundo plano (sempre respondendo, como mostrado na Seção 3 do Capítulo 1, ao nível anterior de desenvolvimento) é realizada aqui no nível pré-mental e
  16. Конвенциальный уровень(10-13 лет)
    Человек, находящийся на этом уровне нравственного развития, ориентируется на общепринятые, традиционные принципы и нормы поведения, которые предусматривают все или большинство других людей. 3-я стадия: «одобрение другими людьми». Ответы: 1) «Ничего плохого в том, что Хяйнц приинц хотел спасти жену, нет. Зато он показал всем, какой он хороший муж. Все знают, что любовь бесценна. Ее ничем
  17. Высший уровень здоровья – духовный
    Рассматривая в качестве высшего уровня здоровья духовный, остановимся на различных подходах понимания духовности как феномена. В частности, теологизм связывает духовность с сакральным началом, мировым разумом и делает его присущим только людям, верующим в высшие, божественные силы. Парадигмальную установку теологизма отличает целостный взгляд на человека во всей его тотальности. Подлинный
  18. Formação social e nível educacional
    De particular importância para a compreensão da psicologia do pessoal militar ao longo do século XX foram as características sociais do pessoal das Forças Armadas: antes de tudo, origem e posição social, bem como o nível de educação. Além disso, a importância da origem social desde o início do século até o fim tem diminuído constantemente, e o status social real era principalmente importante para os funcionários e
  19. Уровень владения методом интеллект-карт
    Какими бы знаниями об интеллект-картах вы ни обладали, приступая к чтению «Супермышления», ваш начальный подход должен состоять в том, чтобы, просматривая книгу, обратить внимание прежде всего на ее структуру, отметить части, представляющие для вас особый интерес, после чего вам предлагается сформулировать основные цели, которые вы будете преследовать, приступая к подробному изучению книги.
  20. Исходный уровень знаний
    Для подготовки к данной теме студент должен ЗНАТЬ: ¦ Характеристику доношенного, недоношенного ребенка; ¦ Физиологические состояния новорожденных; ¦ Характеристику групп здоровья новорожденных; ¦ Группы риска новорожденных; ¦ Факторы риска для постановки групп риска новорожденных; ¦ Патологические состояния во время беременности, приводящие к гипоксии новорожденного; ¦ Критерии здоровья
Portal médico "MedguideBook" © 2014-2019
info@medicine-guidebook.com