Патологическая анатомия / Педиатрия / Патологическая физиология / Оториноларингология / Организация системы здравоохранения / Онкология / Неврология и нейрохирургия / Наследственные, генные болезни / Кожные и венерические болезни / История медицины / Инфекционные заболевания / Иммунология и аллергология / Гематология / Валеология / Интенсивная терапия, анестезиология и реанимация, первая помощь / Гигиена и санэпидконтроль / Кардиология / Ветеринария / Вирусология / Внутренние болезни / Акушерство и гинекология Parasitologia médica / Anatomia patológica / Pediatria / Fisiologia patológica / Otorrinolaringologia / Organização de um sistema de saúde / Oncologia / Neurologia e neurocirurgia / Hereditária, doenças genéticas / Pele e doenças sexualmente transmissíveis / História médica / Doenças infecciosas / Imunologia e alergologia / Hematologia / Valeologia / Cuidados intensivos, anestesiologia e terapia intensiva, primeiros socorros / Higiene e controle sanitário e epidemiológico / Cardiologia / Medicina veterinária / Virologia / Medicina interna / Obstetrícia e ginecologia
Página inicial
Sobre o projeto
Notícias médicas
Para autores
Livros licenciados sobre medicina
<< Anterior Próximo >>

TRATAMENTO E ATIVIDADES TÁTICAS PARA HEROSE DE GRAUS GRAUS

O tratamento e as medidas táticas para gestos graves devem ter como objetivo:

- apoio médico ao regime médico e protetor de uma mulher grávida (mulheres em trabalho de parto ou puérperas);

- tratamento da gestose, incluindo a eliminação do vasoespasmo generalizado e a redução da pressão arterial, a normalização da hemodinâmica geral e da microcirculação nos órgãos vitais, a correção de distúrbios metabólicos e a restauração da homeostase;

- manutenção da vida do feto;

- entrega cuidadosa no interesse da mãe e do feto.
<< Anterior Próximo >>
= Ir para o conteúdo do livro =

TRATAMENTO E ATIVIDADES TÁTICAS PARA HEROSE DE GRAUS GRAUS

  1. TRATAMENTO E ATIVIDADES TÁTICAS NA DIC-SÍNDROME
    As medidas médicas e táticas visam o parto de emergência de gestantes (mulheres em período de parto) em hospitais obstétricos ou ginecológicos de grau III de risco, equipados com laboratórios para o estudo de indicadores do sistema de coagulação sanguínea e com capacidade de estudar dinamicamente os coagulogramas e ter unidades de terapia intensiva e pessoal qualificado para tornar operacional
  2. TRATAMENTO E ATIVIDADES TÁTICAS PARA O RASGAMENTO UTERINO
    A gravidade das violações dos órgãos vitais depende do quadro clínico da ruptura uterina: ameaçador, comprometido. As medidas terapêuticas e táticas para rupturas uterinas incluem: - a prestação de cuidados de emergência por razões de saúde; - para todos os tipos de quadro clínico de ruptura uterina, é necessário anestesiar ou por anestesia inalatória com óxido nitroso e oxigênio em
  3. ATIVIDADES TERAPÊUTICAS À SAÍDA
    É necessário determinar o estado geral do paciente, o grau de anemia durante o aborto precoce, o grau de choque hemorrágico de acordo com o índice de Algover (índice de choque), o grau de perda de sangue. 2. Descubra a idade gestacional e a situação obstétrica. Para estabelecer a forma clínica de um aborto espontâneo, é necessário realizar não apenas um exame externo, mas também um exame interno, usando espelhos vaginais,
  4. ATIVIDADES TERAPÊUTICAS E TÁTICAS PARA O VÔMITO INACREDITÁVEL DE MULHERES GRÁVIDAS
    . É necessário determinar o estado geral do paciente, a taxa de pulso, a respiração, a temperatura corporal, a gravidade da desidratação, a gravidade da acidose metabólica. A condição dos pacientes, por via de regra, é grave ou moderada, o que é confirmado pelos dados do exame objetivo: há um aprimoramento das características faciais, olhos caídos; os doentes são oprimidos, adiamicos, às vezes -
  5. ATIVIDADES TERAPÊUTICAS NO NASCIMENTO PREMATURO
    É necessário avaliar: 1. O estado geral de uma gestante ou mulher durante o parto (pulsação, respiração, temperatura, pressão arterial, diurese diária). 2. Estabelecer as causas do término prematuro da gravidez. 3. Status obstétrico e gravidade do trabalho de parto, localização da parte atual do feto. 4. Determine a condição do feto. 5. Medidas de tratamento de emergência em
  6. TRATAMENTO E ATIVIDADES TÁTICAS PARA O NASCIMENTO ATRASADO
    É necessário esclarecer a idade gestacional, avaliar o estado geral e obstétrico, prestando atenção à condição do feto, à gravidade de sua atividade motora. 2. Como os partos tardios pertencem ao grupo de partos com alto grau de risco, todos os esforços devem ser direcionados ao transporte mais rápido da mulher em trabalho de parto para o hospital obstétrico mais próximo. 3. Para prevenção
  7. AÇÕES TERAPÊUTICAS E TÁTICAS PARA SANGRAR DEVIDO AO PLACENTA
    . Determine o estado geral do paciente. 2. Determine o grau de perda de sangue. No parto com gravidez a termo, a perda de sangue de 350 a 400 ml é considerada a máxima admissível (fronteira), pois pode ser compensada pelas capacidades adaptativas do corpo de uma mulher grávida; A perda de sangue de mais de 400 ml, ou 0,5% do peso corporal de uma mulher grávida (mulher no parto), é considerada patológica e requer
  8. TRATAMENTO E ATIVIDADES TÁTICAS PARA GRAVIDEZ ETERNA DISTURBADA
    Determine o estado geral do paciente e o grau de perda de sangue (pulsação, respiração, pressão arterial, índice de Algovera). Eles esclarecem a história ginecológica e obstétrica, fazem um diagnóstico presuntivo de uma gravidez ectópica perturbada, pois o quadro clínico do abdome agudo pode ser causado por apoplexia ovariana ou outras doenças dos órgãos pélvicos ou agudos.
  9. TRATAMENTO E ATIVIDADES TÁTICAS PARA REMOÇÃO PREMATURA DE PLACENTA NORMALMENTE LOCALIZADA
    Determinar a gravidade do estado geral da mulher grávida (mulher no parto): pulsação, respiração, pressão arterial, índice de choque de Algover. Note-se que a pressão arterial na presença de gestose na segunda metade da gravidez pode ser reduzida para números normais, o que oculta a verdadeira natureza da perda de sangue. 2. Descubra a situação obstétrica - idade gestacional, presença ou ausência de trabalho de parto regular, natureza
  10. ATIVIDADES TERAPÊUTICAS NA SANGRAMENTO HIPOA E ATÔNICO NO PERÍODO PÓS-PERÍODO
    Determine a gravidade da condição puerperal e o grau de perda de sangue. A condição da puérpera depende do estado inicial do corpo, do curso do nascimento patológico. É extremamente difícil estabelecer a quantidade de perda de sangue durante o parto que ocorreu em casa, durante o parto, quando o processo de expulsão do feto ocorreu no ambiente aquático (os chamados nascimentos alternativos), durante o parto sem a presença de
  11. ATIVIDADES TERAPÊUTICAS E TÁTICAS PARA SANGRAR NO PÓS-ÚLTIMO (III) PERÍODO DE NASCIMENTO
    Determine o estado geral da mulher no parto (puérperas) e o grau de perda de sangue. 2. Descubra a situação obstétrica e a fonte do sangramento. Para esclarecer a situação obstétrica, é necessário estabelecer: - a altura do fundo uterino, sua forma e tom do útero; - sinais de separação da placenta (Alfeld, Kustner-Chukalov (Fig. 18), Schroeder); - a cor do sangue que flui do trato genital; - continuidade
  12. ATIVIDADES TERAPÊUTICAS E TÁTICAS EM CHOQUE HEMORRÁGICO DURANTE A GRAVIDEZ, ENTREGA E NO PERÍODO PERMANENTE
    Antes de tudo, é necessário determinar: a gravidade do estado da mulher grávida, a mulher no parto, a mulher no parto, o grau de perda de sangue, o estágio do choque hemorrágico, a gravidade do choque hemorrágico (duração, reação à terapia, gravidade da oligúria). O tratamento do choque hemorrágico de etiologia obstétrica começa no estágio pré-hospitalar. As principais medidas para o tratamento do choque hemorrágico
  13. GESTOS DO GRAU GRAVE
    Segundo os conceitos modernos, a gestose é considerada uma falha dos processos de adaptação do corpo da mãe a novas condições que surgem com o desenvolvimento da gravidez. Gestose são complexos de sintomas complexos de distúrbios metabólicos que ocorrem no corpo de uma mulher grávida. Os distúrbios metabólicos se manifestam por uma disfunção do sistema nervoso central e autônomo
  14. ASSISTÊNCIA DE EMERGÊNCIA A MULHERES GRÁVIDAS COM HESTOSE DE GRAU GRAVE
    O atendimento de emergência a gestantes com gestose grave deve ser iniciado o mais cedo possível, no estágio pré-hospitalar (em casa, na clínica pré-natal, no carro da ambulância). 1. O evento mais importante é a criação de um regime médico e protetor pela neuroleptanalgesia. Para esse fim, 2 ml de uma solução a 0,5% de seduxeno e 1 ml de uma solução a 2,5% devem ser iniciados por via intravenosa ou intramuscular
Portal médico "MedguideBook" © 2014-2019
info@medicine-guidebook.com